A lenda do Tsuru

Dicas, Nosso Casamento, Tô noiva, e agora?

Você provavelmente já viu o origami de tsuru em algum lugar, né?
O tsuru é uma cegonha japonesa, e muito mais que uma dobradura fofinha, tem um significado muito bonito: o pássaro é o símbolo da saúde, da boa sorte, da felicidade, da longevidade e da fortuna.

É uma tradição oriental, mais especificamente japonesa, e muito utilizada em datas especiais justamente pelo que simboliza. Por essa razão costumamos ver muitas fotos de casamentos decorados com os tsurus, principalmente os casamentos onde algum dos noivos é oriental, ou de descendência.

A cultura oriental é cheia de simbologias, lendas, significados e ensinamentos.
Conta a lenda japonesa que o tsuru pode viver até mil anos e, por isso, se você fizer 1.000 tsurus mentalizando um desejo enquanto faz, o seu desejo se torna realidade. ♥

Como vocês bem sabem, o meu noivo é descendente de japoneses. Ele é neto de imigrantes (Sansei, mestiço e filho de um Nissei sem mistura de etnias). Por isso, além de acharmos os tsurus lindos, queremos levar a tradição da cultura da família para o nosso grande dia!

A nossa idéia é enfeitar toda a passarela da cerimônia com os tsurus aéreos. Para o nosso espaço, que é bem grande (BHZ Espaço), o cálculo é de 5mil dobraduras. Sendo aproximadamente 1mil cordinhas com 5 tsurus em cada uma. Se a tradição e simbologia são verdade e trazem sorte, não sabemos. Mas temos certeza que será um dia muito abençoado por Deus e por toda a energia das pessoas que estão envolvidas na tarefa da dobradura e que estarão com a gente no dia 23/06/2018! ♥

E olha só que legal: esse trabalho artesanal para o nosso casamento é a especialidade do noivo! Ele é quem está fazendo as dobraduras e ensinando as pessoas que desejam ajudar. Não é muito legal? 🙂

Os pássaros dão um charme muito especial na decoração…e além das cordinhas penduradas, é possível utilizar de várias outras formas a dobradura!
Para quem mais amar a idéia, lá no final do post tem o passo a passo ensinando a fazer!

A Lenda do Tsuru

“Certo dia, num tempo muito antigo, um pescador andando pela floresta, encontrou uma cegonha agonizando, quase à morte. Ele recolheu-a, tratou dela e salvou-lhe a vida. Em seguida soltou-a de novo para que fosse livre e seguisse seu caminho.

Depois de um tempo deste acontecimento, apareceu uma linda moça para falar com o pescador e ofereceu-lhe um presente muito belo: um tecido feito com pena de cegonha, tecido muito puro e raro. A própria moça disse tê-lo feito, fio a fio, para entregar ao pescador. Mas, assim que entregou-lhe o presente, a moça disse:

-Não poderei dar-lhe outro igual.
(e não explicou o porquê).

O pescador ganancioso, vendeu esse tecido por um preço bem alto, e de novo pediu à moça que fizesse outro tecido para ele. Ela, meio assustada e preocupada, não recusou-se, mas voltou a dizer-lhe amavelmente:
-Esse é o último, realmente não poderei fazer-lhe outro tecido.

O pescador recebeu o segundo tecido e notou que a moça estava muito abatida. Mas procedeu da mesma forma: o vendeu e pediu mais outro à moça, que resignadamente, atendeu-o, já bem abatida, enfatizando que não mais poderia fazer o tecido.

O pescador ficou desconfiado daquela moça, seu semblante cansado, seu trabalho era feito a noite…então resolveu segui-la. Espiou pela fresta da janela, e viu uma cegonha tirando suas últimas penas para tecer o tecido. Era a cegonha que ele havia salvo a vida um dia, e estava morrendo novamente. Quando o pescador aproximou-se a cegonha virou rapidamente a moça, mas já sem forças ela não conseguiu permanecer na forma humana, olhou docemente e cheia de gratidão para o pescador e caiu no chão, uma cegonha totalmente sem penas, ofertando o tecido feito de seu próprio corpo. Ela oferecera sua vida para agradecer aquele que um dia a salvara.

Porém, certo de que esse verdadeiro espírito de gratidão nunca poderia morrer, e também como forma de ser perdoado, o pescador passou a fazer a cegonha (tsuru) em origami e ofertar em todo Japão, desejando que as pessoas compreendessem e praticassem essa gratidão em suas vidas e, assim, tivessem vida longa e mil felicidades.

Pratique o seu significado no seu dia-a-dia e transmita-o às outras pessoas!”

Fonte imagens e lenda: internet.

Previous Story
Next Story

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply